Look at the time...

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Feliz por duas amigas

Hoje estava aqui embrenhado nos meus pensamentos, e lembrei-me logo de duas amigas minhas que se encontram grávidas, o que me trouxe um sorriso aos lábios.

Uma delas, é muito especial para mim pois teve muita influência na minha vida, e já somos amigos há muito tempo. Por isto tudo e muito mais, fiquei muito contente quando ela me contou em primeira mão que estava grávida. Apesar de ainda não ter feito o prazo-socialmente-esperado-para-dizer-que-se-está-de-esperanças, acabou por me dizer até porque, para ela, eu já tinha alguma experiência no assunto. Soube esta semana que vai ser uma menina, o nome ainda não está definido, parece que andam em conversações. :) Andaram durante algum tempo a tentar e quando a coisa se deu, houve muitas interrogações, muitas dúvidas. Será que é mesmo? É natural sentir-me assim? Eu não vejo a barriga a crescer, algo está mal, não achas?

Infelizmente, o médico a quem ela recorreu deve ter tirado o curso na Conchichina e tanto ela como eu, achámos uma escandaleira como é que ele era tão recomendado, para oferecer um serviço tão medíocre. Agora que já mudou de médico, neste caso, é uma médica, as coisas estão a correr como esperado e as dúvidas vão-se dissipando.

chefe-estou-gravida-37-238

Quanto à minha outra amiga, o caso é um bocadinho diferente. Conheço-a há pouco tempo, mas apesar de ao inicio não nos relacionarmos muito, começámos a aproximar-mo-nos devido ao facto de ela ter tido um aborto espontâneo ao mesmo tempo que a minha R.. Lidar com a situação foi complicada, e ainda mais quando se tem uns chefes que não compreendem a situação que vive uma mulher nesta altura. O pior foi quando abortou pela segunda vez, e eu fui acompanhando a situação, quase diariamente, tentando animá-la e fazendo-a acreditar que esse sonho viria a concretizar-se, aconselhando-a a fazer uma vida mais sedentária, pois creio que seria este o causador do problema.

Hoje, ao telefone, e depois de me dizer que anda novamente a fazer 500km’s diários, pediu-me uma opinião: se havia de contar ao chefe que estava grávida assim que soubesse, para que pudesse fazer uma vida mais calma e para que a gravidez decorresse normalmente. Eu respondi que sim, obviamente, não vale a pena esperar pela norma dos 3 meses, uma vez que ela tem uma vida profissional hiper-agitada e que só podia prejudicar a gravidez. Após ter-me ouvido, perguntou-me:

Ela: e a ti, quando é que posso contar? Pode ser agora?

Eu: … agora? [breve momento de pausa] PAR…..

Ela: não, não faças alarido que estão aí pessoas e eu não quero que mais ninguém saiba!

Eu: <conformado> ok, está bem.

Ela: e que tal, gostaste da notícia, como é que estás?

Eu: estou feliz!

E é mesmo assim que me sinto, feliz por elas!

A ambas desejo a maior das sortes, que tenham uma hora pequenina, e que sejam felizes e saudáveis, acima de tudo!

Um grande beijo para elas, a A. e a C.

- BL

2 comentários:

Palpitadeira disse...

Também tenho uma amiga grávida e estou muito feliz por ela :-)
Tudo de bom para a gravidez das tuas amigas :-D
Beijinhos

gatumano disse...

:) Agora é ver barrigas a crescer!! eheheh Beijocas e felicidades para a tua amiga!

- BL