Look at the time...

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Curse Of The Golden Flower

No domingo passado apeteceu-me ver um filme, e como sou um grande apreciador de filmes épicos, fui escolher um do realizador chinês Zhang Yimou (o mesmo de “Hero” e “The House Of Flying Daggers”) “Curse of The Golden Flower”. A acção decorre durante o final da dinastia Tang no século X.
Na véspera de um acontecimento festivo, o Festival do Crisântemo, o imperador regressa dos campos de batalha, e com ele traz o seu segundo filho (1º filho da imperatriz). O seu objectivo era o de juntar a família durante a comemoração do evento, mas… à medida que o filme evolui começamos a perceber que o reencontro familiar levanta sérias disputas e negros segredos.

O filho mais velho ,e portanto o herdeiro, teve uma relação amorosa com a sua madrasta, e esta observa com ciúmes a relação entre ele e a filha do médico imperial. O segundo filho, que retorna das batalhas na fronteira, está na calha para ser a escolha do imperador para seu próximo herdeiro, mas depara-se com uma mãe doente, obcecada em bordar flores douradas e obrigada a ingerir um remédio por ordem do seu marido, que por trás planeia, com o seu médico, contra a sua esposa. Ainda existe um terceiro filho que parece estar àquem de tudo o que se passa.

Entretanto, ainda entra em campo mais uma personagem, da qual não vou falar para não vos estragar o filme.

O filme é cheio de côr, extremamente vívido. O realizador deixa-nos percorrer e aperceber-mo-nos dos meandros de um palácio imperial. A quantidade de figurantes tanto nas cenas do dia-a-dia dentro do palácio, como nas batalhas é impressionante! Apesar da história ser negra, e em algumas questões ser um pouco previsível, eu gostei muito do filme. É claro que a trama podia ser mais aprofundada, mas aceito tal como está.


7,5/10

- BL

1 comentário:

Palpitadeira disse...

Parece ser interessante :-)